Índice do Fórum forum.aglobal.com
forum.aglobal.com
Fórum da Aldeia Global
 
 FAQFAQ   PesquisarPesquisar   MembrosMembros   GruposGrupos   RegistarRegistar 
 PerfilPerfil   Ligar e ver Mensagens PrivadasLigar e ver Mensagens Privadas   EntrarEntrar 

Habitação mais cara a partir de Julho de 2008 (reflectir)
Ir à página 1, 2  Seguinte
 
Novo Tópico   Responder a Mensagem    Índice do Fórum forum.aglobal.com -> Fórum Geral
Ver mensagem anterior :: Ver mensagem seguinte  
Autor Mensagem
JFigueiral
Veterano do Fórum


Registo: 19 Dec 2005
Mensagens: 1250
Local/Origem: Com vista para a Serra da Estrela

MensagemColocada: 12 Nov 2007 11:0    Assunto: Habitação mais cara a partir de Julho de 2008 (reflectir) Responder com Citação

Para ler e reflectir....

Habitação mais cara a partir de Julho de 2008
http://dn.sapo.pt/2007/11/12/economia/habitacao_mais_cara_a_partir_julho_2.html
ILÍDIA PINTO
DIREITOS RESERVADOS (imagem)
Os portugueses estão sensibilizados para a importância das energias renováveis, sobretudo nas camadas mais jovens, mas o factor custo desta vertente ainda tem um peso muito importante quando chega a altura de escolher uma casa. Razão por que 40% dos inquiridos no segundo inquérito do estudo "A Casa Ideal", promovido pela Escola Superior de Actividades Imobiliárias e pela Eurosondagem (ESAI), dizem preferir a energia eléctrica. Mas mesmo esses 40% não poderão fugir aos seis a sete mil euros de acréscimo de custo que as habitações novas vão sofrer a partir de Julho de 2008, alerta Manuel Ferreira dos Anjos, director da ESAI, por via da entrada em vigor, de forma universal, da obrigatoriedade dos novos projectos incluírem aquecimento por energia solar.

Uma medida já em vigor, desde Julho deste ano, para projectos com área bruta de construção superior a mil metros quadrados, que em Março de 2008 se alarga aos de dimensão entre mil a 500 metros quadrados e a partir de Julho se torna universal para todas as novas habitações. Ferreira dos Anjos diz-se naturalmente defensor desta medida, por ser "amiga do ambiente e boa do ponto de vista da racionalidade energética", no entanto, "lamenta que não se diga toda a verdade às pessoas, não se explique logo ao público quanto é que isso vai custar".

Ferreira dos Santos garante que a execução dos projectos, certificação dos mesmos, execução física das obras, que inclui toda a instalação de sistemas de canalização próprias para energia solar ou fotovoltaica, bem como de contadores individuais em cada apartamento, implicam custos da ordem dos "seis a sete mil euros por habitação". Um valor que irá, naturalmente, inflacionar o preço final da habitação em Portugal e que, ainda por cima, é um valor "por baixo". "As pessoas têm o direito de saber que vão pagar, no mínimo, sete mil euros, e que tanto faz ser um T1, T2 ou T3. Se for uma moradia é provável que custe mais. Mas menos não vai custar de certeza", adianta. Ou seja, sublinha, num apartamento de 70 mil euros, é um acréscimo de 10%.

Por outro lado, Manuel Ferreira dos Anjos antecipa dificuldades ao nível da certificação dos projectos. Estas são normas definidas ao abrigo dos Decretos-Leis 78, 79 e 80/2006 e que definem que só técnicos devidamente certificados em projectos de energia poderão assinar projectos e submetê-los a aprovação das câmaras. Diz Ferreira dos Anjos que dos 30 mil técnicos (arquitectos, engenheiros técnicos, civis, mecânicos electrotécnicos e outros) que em Portugal assinam projectos só 150 estão, para já, devidamente formados e certificados de acordo com as novas normas da Agência de Energia. "Ou não sabem ou não deram a devida importância à nova legislação que já está em vigor. E a verdade é que mil metros quadrados de área bruta é um prédio de dois andares com quatro apartamentos por andar", diz o director da escola. Esta aparente passividade dos técnicos leva a que Ferreira dos Anjos acredite tratar-se de falta de informação: "Provavelmente só se vão aperceber no dia em que chegarem a uma câmara para entregar o projecto e não for aceite por não estarem certificados." |

Diário de Notícias
12-11-2007


Analisar com:
http://forum.aglobal.com/viewtopic.php?t=587
http://forum.aglobal.com/viewtopic.php?t=502
http://forum.aglobal.com/viewtopic.php?t=477
http://forum.aglobal.com/viewtopic.php?t=208
http://forum.aglobal.com/viewtopic.php?t=578
_________________
Cumprimentos,

João Figuerial

Necessitas de informação para construir e/ou climatizar a tua casa?
Clica neste link
Voltar acima
Ver o perfil de utilizadores Enviar Mensagem Privada Visitar a página na web do utilizador MSN Messenger
subrisum
Veterano do Fórum


Registo: 23 Dec 2006
Mensagens: 544

MensagemColocada: 12 Nov 2007 11:0    Assunto: Responder com Citação

Viva!

Sr JFigueiral sempre de olho atento.

Não consegui entender a notícia, é muito vaga, mas depreendo que se refere ao aquecimento do ambiente, aquecimento central, uma vez que a questão das AQS estava tratada pelo DL 80/2006.

De qualquer maneira, não percebo por que referem um mínimo de 7.000€ para este tipo de aquecimento.

O meu sistema de aquecimento solar está garantido à partida por motivos do DL 80/2006, e por vontade de fazer uma casa com um bom desempenho térmico, chama-se "janelas" + "orientação solar". Este sistema traduz-se em ganhos energéticos, em kJ (kilojoule). E entra no cálculo do RCCTE para a eficiência e para o cumprimento do mesmo.

Agora, será que o sistema a que se refere a notícia é a obrigatoriedade de aquecimento central a água aquecida pelo sol?

Até mais!
Voltar acima
Ver o perfil de utilizadores Enviar Mensagem Privada
Oinq
Veterano do Fórum


Registo: 25 Out 2007
Mensagens: 262
Local/Origem: Peniche, Portugal

MensagemColocada: 12 Nov 2007 15:0    Assunto: Re: Habitação mais cara a partir de Julho de 2008 (reflectir Responder com Citação

JFigueiral escreveu:
e a partir de Julho se torna universal para todas as novas habitações.


vistoriadas ou projectos saidos das cameras?
Voltar acima
Ver o perfil de utilizadores Enviar Mensagem Privada Enviar email
Vasco Martins
Veterano do Fórum


Registo: 04 Mai 2006
Mensagens: 280

MensagemColocada: 15 Nov 2007 0:0    Assunto: Responder com Citação

Viva!

Assim é que se ganha dinheiro, custo normal (300L) de um sistema de circulação forçada cerca de 3500€ se for termossifão bem menos, mas o custo acresce seis a sete mil euros, 100% lucro nos sistemas de energia renovável espectáculo.

Cumps
Voltar acima
Ver o perfil de utilizadores Enviar Mensagem Privada
Tubarao112
Participante moderado


Registo: 12 Out 2007
Mensagens: 68
Local/Origem: Palmela

MensagemColocada: 15 Nov 2007 8:0    Assunto: Responder com Citação

Shocked
Bem se calhar esta na altura de investir dinheiro e abrir uma empresazinha de energias renováveis.
Voltar acima
Ver o perfil de utilizadores Enviar Mensagem Privada Enviar email
Oinq
Veterano do Fórum


Registo: 25 Out 2007
Mensagens: 262
Local/Origem: Peniche, Portugal

MensagemColocada: 15 Nov 2007 9:0    Assunto: Responder com Citação

Tubarao112 escreveu:
Shocked
Bem se calhar esta na altura de investir dinheiro e abrir uma empresazinha de energias renováveis.


concordo...



mas digam la, não sabem se é vistorias ou projectos?
se aprovam o projecto, não podem voltar atras, ou podem?
Voltar acima
Ver o perfil de utilizadores Enviar Mensagem Privada Enviar email
Pedro Azevedo
Veterano do Fórum


Registo: 23 Mai 2007
Mensagens: 255
Local/Origem: FAMALICAO

MensagemColocada: 16 Nov 2007 10:0    Assunto: Responder com Citação

Boas,

Pensei que já era obrigatório AGORA!!
Só a partir de Julho de 2008 é que é obrigatório, por exemplo para uma vivenda? (que não chega aos 500m2)

Cumprimentos
Voltar acima
Ver o perfil de utilizadores Enviar Mensagem Privada
PXT
Recém chegado


Registo: 08 Out 2007
Mensagens: 23

MensagemColocada: 04 Dec 2007 18:0    Assunto: Responder com Citação

Tudo isso é devido à nova regulamentação...o que não vem escrito, e que talvez seja mais importante, é que a partir de 1 de Janeiro de 2009, também as casas "antigas" terão que ter o "BI energético"!

Vai ser bonito explicar isso às pessoas...."Minha Sra, desculpe mas tem que pagar (obrigatoriamente) pelo certificado de sua casa..." Laughing
Voltar acima
Ver o perfil de utilizadores Enviar Mensagem Privada
Jantos
Participante activo


Registo: 25 Mai 2006
Mensagens: 112

MensagemColocada: 04 Dec 2007 18:0    Assunto: Responder com Citação

Exmo PXT

PXT escreveu:
Tudo isso é devido à nova regulamentação...o que não vem escrito, e que talvez seja mais importante, é que a partir de 1 de Janeiro de 2009, também as casas "antigas" terão que ter o "BI energético"!


Conte-me lá quem é que irá emitir o certificado da minha casita? A minha casita já tem quase 2 decadas no pelo. O meu mano, que é TOC, há tempos falou-me da necessidade da ficha energética para a avaliação das casas para IMI para a partir de 1 de Janeiro de 2009. Mas ele não me soube adiantar mais nada.

Mas eu não quero a ficha energética da minha casa como as novas que se fazem a olho ou pelo projecto e não por medições da casa em si. Pelo menos foi assim com o apartamento do meu filho na margem sul. Uma autêntica palhaçada. Pois eu já gastei muito dinheiro a corrigir a eficiência energética. E se seguirem os mesmos passos, pegam no projecto e é logo "Classe Z++", quando a minha casa é melhor que muitas novas "Classe C".

Quem souber que adiante qualquer coisa.
_________________
Melhores Cumprimentos,

Jantos

Voltar acima
Ver o perfil de utilizadores Enviar Mensagem Privada
PXT
Recém chegado


Registo: 08 Out 2007
Mensagens: 23

MensagemColocada: 07 Dec 2007 19:0    Assunto: Responder com Citação

Há coisas que não sei como serão realizadas...As datas até poderão ser alteradas, pois neste país é prática habitual, e então quando a contestação começar vai ser o pandemónio Laughing (hope not )

No entanto existirão tb peritos qualificados (existem poucos, ou penso mesmo que nenhum Smile, pois os cursos não sei se já começaram) que serão "auditores" e que irão realmente verificar a regularidade do projecto térmico.

Não tenho a certeza absoluta do funcionamento desta parte, mas brevemente irei tentar saber como se procederá!Mas acredito que haja aqui alguém que saiba explicar Wink

No entanto, se alguém pretender alugar a sua casa, terá que ter brevemente esse certificado, e o mesmo acontece em caso de reabilitação do fogo.

Cumps
Voltar acima
Ver o perfil de utilizadores Enviar Mensagem Privada
Joaquim Gomes
Veterano do Fórum


Registo: 03 Fev 2007
Mensagens: 170

MensagemColocada: 08 Dec 2007 19:0    Assunto: Responder com Citação

Ora aqui está uma boa noticia



Não fazia muito sentido não poder efectuar a dedução em simultâneo uma vez que a maioria recorre ao crédito para comprar ou construir.

Aqui fica um link para a noticia mais completa

http://www.quercus.pt/scid/webquercus/defaultArticleViewOne.asp?categoryID=567&articleID=2183

Cumprimentos
Joaquim Gomes
Voltar acima
Ver o perfil de utilizadores Enviar Mensagem Privada
Kami
Veterano do Fórum


Registo: 25 Set 2007
Mensagens: 214

MensagemColocada: 09 Dec 2007 1:0    Assunto: Responder com Citação

Boas

Finalmente uma boa notícia... venham mais dessas!


Cumprimentos

Kami
Voltar acima
Ver o perfil de utilizadores Enviar Mensagem Privada
Oinq
Veterano do Fórum


Registo: 25 Out 2007
Mensagens: 262
Local/Origem: Peniche, Portugal

MensagemColocada: 11 Dec 2007 15:0    Assunto: Responder com Citação

isso é uma boa notícia? eu so com o credito habitação recupero todo o IRS deduzido durante o ano..., não preciso de pôr mais nenhuma despesa...

Isentar ou reduzir drasticamente o IVA era sim uma medida que eu aplaudia...
_________________
Nuno Leitão
Voltar acima
Ver o perfil de utilizadores Enviar Mensagem Privada Enviar email
Joaquim Gomes
Veterano do Fórum


Registo: 03 Fev 2007
Mensagens: 170

MensagemColocada: 12 Dec 2007 14:0    Assunto: Responder com Citação

Oinq escreveu:
isso é uma boa notícia? eu so com o credito habitação recupero todo o IRS deduzido durante o ano..., não preciso de pôr mais nenhuma despesa...


Sim.. mas agora pode ganhar mais algum no IRS... porque se ler atentamente as duas deduções não eram acumuláveis...

Oinq escreveu:
Isentar ou reduzir drasticamente o IVA era sim uma medida que eu aplaudia...


Vamos dar tempo ao tempo....
Começou por facilidades no crédito para aquisição de equipamentos de energias renováveis... agora a possibilidade de deduzir em simultaneo o crédito e E.R.
Talvez desça para 5%... daqui a uns tempos..


Cumprimentos
Joaquim Gomes

Já vi algures por aqui no fórum que uma coca cola tinha 5% de iva...
Voltar acima
Ver o perfil de utilizadores Enviar Mensagem Privada
Oinq
Veterano do Fórum


Registo: 25 Out 2007
Mensagens: 262
Local/Origem: Peniche, Portugal

MensagemColocada: 12 Dec 2007 22:0    Assunto: Responder com Citação

nop, nunca posso ir buscar mais IRS do que aquele de deduzi, se não tenho rendimentos para deduzir mais, não posso recuperar mais... só com o credito habitação recupero todo o IRS deduzido...

Agora pergunto qual a percentagem de Portugueses ( casais mesmo ) que deduzem mais de 625€ de IRS por ano? deve ser baixa mesmo...
_________________
Nuno Leitão
Voltar acima
Ver o perfil de utilizadores Enviar Mensagem Privada Enviar email
Mostrar os tópicos anteriores:   
Novo Tópico   Responder a Mensagem    Índice do Fórum forum.aglobal.com -> Fórum Geral Todos os tempos são GMT + 1 Hora
Ir à página 1, 2  Seguinte
Página 1 de 2

 
Ir para:  
Neste fórum, você Não pode colocar mensagens novas
Não pode responder a mensagens
Não pode editar as suas mensagens
Não pode remover as suas mensagens
Você Não pode votar neste fórum


Powered by phpBB © 2001, 2005 phpBB Group